Sugestão de temas e gincanas para acampamentos evangélicos

O Araucária Acqua Park dispõe do espaço ideal para o seu acampamento religioso.

Mas, nem sempre escolher um tema para o acampamento é fácil. Algumas igrejas buscam temas para gincanas e dinâmicas de grupo, outras optam por um jantar temático. Mas em ambos os casos, os organizadores enfrentam uma grande dificuldade em criar um tema e gincanas que contribuam para o propósito da evangelização ao mesmo tempo em que tenham grande apelo e despertem o envolvimento dos jovens e adultos presentes.

Abaixo listamos algumas dicas de temas de gincanas para acampamentos evangélicos e retiros religiosos. São dicas de lazer para evangelização, cujo objetivo é proporcionar ensinamentos nos participantes de uma maneira lúdica e envolvente. Confira!

Temas para atividades e jantar em acampamentos evangélicos:

Corrida no saco de estopa

Objetivo: incentivar o entendimento do evangelho pelos participantes

Os participantes farão um percurso dentro de um saco de estopa. O participante que atingir o ponto marcado e retornar mais rapidamente deverá citar um trecho bíblico de sua preferência e explicar seu entendimento sobre ele. O participante ou equipe que completar a tarefa primeiro, com uma explicação correta, vencerá a tarefa.

Material: saco de estopa ou outro material resistente (a pessoa irá se locomover dentro dele)

Participantes: ideal até 8 participantes ou equipes

Tempo estimado: 20 minutos (variável conforme a distância determinada)

Roupas: jeans, xadrez, vestido de chita

 

Os olhos do cego

Objetivo: entender a importância do próximo (guias) para o crescimento do indivíduo, refletir sobre a cegueira física de espírito

O coordenador deverá solicitar dois voluntários. Um dos participantes terá seus olhos vendados e o outro deverá conduzi-lo até algum ponto do acampamento. Ex: dê três passos para frente, vire à direita, dê dez passos, etc. Quando completar a tarefa os participantes devem trocar o papel de guia e do que terá os olhos vendados e repetir o processo.

No final, todos os presentes devem debater sobre qual dos papeis pareceu o mais difícil: o do cego ou do guia? Qual a importância do guia naquela atividade? A atividade retratou a cegueira física, mas na Bíblia ela aparece com um significado mais profundo nas passagens citadas. Que significado é esse? Quem são nossos guias no dia-a-dia (pais, professores, amigos, etc.)? Em que sentido um aluno ou aprendiz pode estar buscando a “visão”? Em que sentido nossos guias podem nos ajudar a ter a “visão”? O que pode ser encarado como uma cegueira de espírito (ira, inveja, soberba, etc.)? Qual visão é mais importante na nossa vida: a física ou de espírito?

Material: papel e caneta para sortear as tribos por equipes e objetos improvisados para a peça teatral

Tema indicado para o Jantar: O guia e o aprendiz

Roupas: escolar: estudante e professor; família: pai e filho; etc. Os participantes podem ser divididos em duplas e improvisarem as próprias roupas desde que se encaixe no tema indicado para o jantar, sendo um deles necessariamente o “guia” e o outro o “aprendiz”. (Uma sugestão é que na hora do debate seja solicitado que as duplas expliquem que guias e aprendizes estão representando e a importância que eles exercem em suas vidas)

Fonte: acampamentoterradosaber.com.br