Proteção solar: 10 dicas que você precisa saber

O sol é o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo e pelo surgimento do câncer de pele.

A proteção solar é o melhor método de preveni-los. Especialmente durante o verão, devido às férias, ficamos mais tempo ao ar livre e expostos ao sol, aumentando o risco de queimaduras solares.

1. Evite exposições prolongadas e repetidas ao sol

Com o passar dos anos, a pele perde a capacidade de reverter os danos provocados pelo sol. A partir daí, começam a surgir os sinais de envelhecimento cutâneo, como as manchas e rugas, além de lesões que podem evoluir para um câncer de pele, como as ceratoses actínicas.

2. Evite se expor ao sol nos horários próximos ao meio-dia

Procure a sombra neste período do dia e, se não puder, utilize sempre proteção solar caprichada. Use chapéus ou bonés, roupas com proteção UV e filtros solares com alto fator de proteção solar (FPS).

3. O bronzeamento ocorre gradativamente, após os primeiros dias de exposição ao sol

A pele leva 48 a 72 horas para produzir e liberar a melanina, pigmento que dá cor à pele. Portanto, não adianta querer se bronzear em um só dia. Ficar muito no sol não vai acelerar este processo. Você só vai se queimar e descascar depois, deixando sua pele manchada.

Lembre-se de que as queimaduras promovem danos irreversíveis para a pele, deixando-a com aspecto envelhecido e mais predisposta ao câncer de pele.

4. Use sempre barracas de praia, bonés, viseiras ou chapéus

Cerca de 70% dos cânceres da pele ocorrem na face, proteja-a sempre. Bonés, viseiras e chapéus são importantes formas de proteção solar para a face. Não se esqueça de proteger os lábios e as orelhas.

As barracas devem ser grossas, para bloquear bem a passagem do sol.  Mesmo assim, use filtro solar, pois uma parcela da radiação UV atravessa o tecido, além da radiação que se reflete na areia e atinge você mesmo debaixo da barraca.

5. Aplique generosamente o filtro solar, 20 a 30 minutos antes de sair ao sol

O ideal é passar o filtro solar sem roupa para poder lambuzar bem a pele sem se preocupar com a roupa de banho. Muitas pessoas ficam com queimaduras próximo ao biquini ou à sunga porque evitaram “sujá-los” com o filtro. Lembre-se de reaplicar o filtro a cada 2 horas ou após mergulhar para uma proteção solar adequada.

6. Use filtro solar com FPS 30 ou maior

FPS é a abreviação de Fator de Proteção Solar e significa que usando um filtro com fps=30 sua pele levará 30 vezes mais tempo para ficar vermelha do que sem proteção. Pessoas de pele muito escura podem usar filtros solares com fator de proteção 15. Saiba mais sobre qual FPS usar de acordo com o seu tipo de pele.

7. Peles claras e pessoas ruivas exigem melhor proteção solar

Pessoas ruivas e as que tem a pele muito clara são mais propensas ao câncer da pele e devem levar a proteção solar muito a sério para evitar problemas no futuro. Quem tem este tipo de pele tem maior chance de enfrentar problemas se não se proteger.

Pessoas de pele muito clara raramente se bronzeiam, portanto não insista em querer se bronzear. Você só vai se queimar e danificar sua pele. Lembre-se de que o mal só vai aparecer numa fase mais adiantada da vida.

8. Mormaço também queima

Não se engane. Mesmo nos dias nublados, até 80% da radiação ultravioleta pode atravessar as nuvens e chegar à Terra.

Portanto, use proteção solar também nestes dias, utilizando filtros solares com o mesmo FPS que usaria num dia ensolarado.

9. Filtro solar deve ser usado diariamente

Se você se expõe ao sol diariamente, mesmo que não seja na praia, use proteção solar nas áreas expostas. Isso diminui o dano provocado pelo sol, que se acumulará continuamente durante os anos de vida.

Cada vez que você sai na rua e anda exposto ao sol, a radiação ultravioleta atinge o DNA celular e deixa lá a sua marca, cujo resultado só vai aparecer com o passar dos anos.

Esse cuidado é especialmente importante para as pessoas de cabelos ou olhos claros, com sardas, que se queimam mais do que se bronzeiam, ou com casos de câncer de pele na família.

10. A proteção solar das crianças é responsabilidade dos pais

Proteja as crianças e estimule os adolescentes a se protegerem. Este é um hábito que deve ser formado desde cedo. Cerca de 75% da exposição solar acumulada durante a vida ocorre até os 20 anos de idade. É muito importante a proteção solar nesta época da vida.

 

Fonte: http://www.dermatologia.net/